segunda-feira, janeiro 02, 2012

                                     VIVER 
                               DESPENTEADA

mafalda-despeinada
Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie,
por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade...
O mundo é louco, definitivamente louco...
O que é gostoso, engorda.  O que é lindo, custa caro.
O sol que ilumina o teu rosto, enruga.
E o que é realmente bom dessa vida, despenteia...
- Fazer amor, despenteia.
- Rir às gargalhadas, despenteia.
- Viajar, voar, correr,  entrar no mar, despenteia.
- Tirar a roupa, despenteia.
- Beijar a pessoa amada, despenteia.
- Brincar, despenteia.
- Cantar até ficar sem ar, despenteia.
- Dançar até duvidar se foi boa ideia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível...
Então, como sempre, cada vez que nos vejamos
eu vou estar com o cabelo bagunçado...
Mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.
É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir.

Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável,
toda arrumada por dentro e por fora.
O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença:
arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça,
coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria...
e talvez deveria seguir as instruções, mas
quando vão me dar a ordem para ser feliz?
Por acaso não se dão conta que para ficar bonita
eu tenho que me sentir bonita... A pessoa mais bonita que posso ser!

O único, o que realmente importa é que ao me olhar no espelho, veja a mulher que devo ser.
Por isso, minha recomendação a todas as mulheres: 
Entregue-se, coma coisas gostosas, beije, abrace,
dance, apaixone-se, relaxe, viaje, pule, durma tarde, acorde cedo, Corra, Voe, Cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável!
Admire a paisagem, aproveite,
e acima de tudo, deixa a vida te despentear!
O pior que pode acontecer é que, rindo frente ao espelho, você precise se pentear de novo! 


Assim, em 2012 desejo passar muito tempo despenteada, desfrutando o melhor que a vida tem. Correndo riscos e ousando para poder comemorar as vitórias. Dizendo sim quando quero dizer sim e não quando quero dizer não. Desejo estabelecer regras simples para ser feliz: apenas aprender a respirar, a sentir a brisa, receber um sorriso, amar sem esperar nada em troca e intensificar tudo que é gostoso. Quando tudo estiver muito ruim chorar até ficar exausta e perceber que é ridículo sentir pena de mim mesma, já que posso muito mais do que imagino e sou maior do que qualquer dificuldade.Afinal, quantas vezes já superei...prova disto é que cheguei até aqui. Mais importante ainda é saber que posso construir meu futuro do jeito que eu quiser. Em 2012, desejo ficar livre das pequenas dúvidas, dos ressentimentos e da raiva. Daqueles insistentes questionamentos internos do tipo: será que vai dar certo? será que mereço? - e outras perguntinhas que enfraquecem nosso espírito. Desejo ser feliz durante a jornada e não ficar esperando que algum dia, em algum lugar, alguém, de alguma forma transformará minha vida. Desejo estar no controle do meu próprio destino. O fundamental é a escalada. Desejo continuar subindo a montanha, parando para respirar o ar puro, apreciar a vista, sentir o vento no rosto. Desejo compartilhar. Afinal, não são os opostos que se atraem, mas os complementares.
Desejo dizer aos amigos verdadeiros o quanto eles são importantes na minha vida, à minha família que os amo verdadeiramente e que não estamos convivendo por mero acaso. Criar expectativas irreais é o mesmo que cair no mundo da fantasia e esquecer que os outros são os outros. Sentir raiva é como beber veneno e esperar que a outra pessoa morra. Desejo acreditar que a felicidade existe e é possível.
 Desejo perdoar mais, sentir mais, estar mais, sonhar mais, ser mais, desfrutar mais e viver, viver muito mais! 
É o que desejo que você também faça em 2012!

Nenhum comentário: