terça-feira, abril 05, 2011

Nossos Medos


Medos

E de tantos medos, o meu único desejo
é de não sentir medo...

Medo de amar e se decepcionar, medo de viver,
de morrer. Medo de perder, e medo de arriscar.

Medo de ser infeliz, de sentir o belo,
de sentir o feio.
Medo da solidão, medo de ninguém
nos estender a mão.
Medo de nós mesmos, de ver nossa imagem
envelhecida, reflectida na mágica dos espelhos.

Medo de fugir, de ficar, medo de sair e de voltar.
Medo de não conseguir o desejado, medo de não ser
amado.
Medo de crer que nada é impossível, medo de
tentar enxergar o que não está aos nossos olhos visível.

Medo de sorrir, e de entristecer por dias sem fim,
medo de mudar,de sair da rotina, medo de sumir.
Medo de festa, e da calmaria, medo da incerteza
do outro dia.

Medo de fazer, mesmo sabendo como deve
ser feito, medo do coração explodir no peito,
de tanto medo.
Medo de palavras não ter, medo de não poder
tornar-se o que tanto deseja ser.
Medo da solidão dos dias vazios, medo de ninguém e
de nada os poder preencher.

Medo da violência, do sofrimento, de injúrias.
Medo de ter do amor apenas as juras.
Medo de criticas, de elogios, medo da verdade.
Medo de mentiras, medo até de Deus e medo da falsidade.

Medo do medo, e até de não sentir medo.
Medo de fazer, de ver tudo e só nos restar o medo.

Nenhum comentário: