quarta-feira, janeiro 13, 2010



E em 2010, como será a sua vida?

Neste início de ano, todos nós temos grandes expectativas. Tomamos decisões importantes e também planejamos tomar algumas atitudes positivas que com certeza causarão um impacto extraordinário na nossa vida. E depois de listar tudo isso, escrever nossas metas e impossível não suspirar de alívio e satisfação. Ah, que alegria: ano novo, vida nova. Que maravilha. O próximo passo seria colocar tudo que planejamos em praticar, ou seja agir.




Nesta época do ano as academias de ginástica estão lotadas, muitas pessoas iniciaram uma dieta radical depois das festas de final de ano, outros mudaram alguns hábitos. E isto é muito bom. A notícia triste é que todas estas resoluções têm curta duração. E muitas pessoas ficarão somente no planejamento. Todos os anos iniciam da mesma forma: muitos planos, muitas decisões e quase nenhuma ação.

Sempre temos falado muito de sonhos. Dos sonhos de cada um. Para que possamos realizar nossos sonhos é necessário muito mais que vontade. É preciso que quando você pense sobre este sonho você sinta uma chama ardente dentro de você, que ouça milhões de vozes celebrando a vitória e que veja este dia de realização colorido e vibrante. Depende do quanto você está comprometido com o seu sonho, do quanto você decidiu renunciar , do tamanho do esforço e dedicação que você dedicará para que ele torne-se realidade.

Tony Robbins diz que é num momento de decisão que você muda seu destino. Mas não é num momento qualquer e nem uma decisão qualquer. É uma decisão tão intensa, capaz de tornar-se seu foco e fazer com que você não enxergue mais obstáculos porque tudo que importa é realizar. É uma decisão tão verdadeira que você morre por ela. E quem está morto não sente cansaço, nem frio, nem fome, simplesmente morreu pela causa. Este é um momento especial da existência sem dúvida.

Se eu pedisse que você lembrasse dos últimos cinco anos da sua vida e perguntasse: quem você era, qual estava a sua saúde física, emocional? Você tomou alguma decisão que definiu como você está hoje?

Quando não tomamos nenhuma decisão, estamos tomando uma decisão. A decisão de não tomar nenhuma decisão! Caramba! Parece complicado, mas não é. É o que fazemos todos os dias: nos entregamos às circunstâncias, como marionetes, controlados pelo ambiente, pelas decisões das outras pessoas, enfim aos eventos externos sobre os quais não temos nenhum controle. É uma lástima porque dentro de cada um de nós está o segredo para a felicidade. E a boa notícia é que podemos controlar o que está dentro de nós: nossos pensamentos, nossos sentimentos e ao controlá-los podemos transformar nosso comportamento e nossas atitudes e consequentemente mudar nossos resultados na vida!

Muitos de nós decide não tomar decisões por medo de errar. Bobagem! Erráramos muitas vezes, afinal não somos perfeitos. Mas o erro nos traz a experiência, mesmo as mais ruins e dolorosas, contem um imenso aprendizado e quase sempre são as mais importantes.

Permanecer na inércia. Elaborar uma lista interminável de justificativas que incidem sempre nos outros, (somos especialistas em encontrar culpados para o nosso fracasso), deixar-se limitar pelo medo, viver sem sonhar... até quando, hein? Até quando vamos nos conformar com a mediocridade, vamos assistir nosso castelo desmoronar, vamos construir nossa casa sobre a areia?

Quanto tempo ainda você permitirá que este sentimento de frustração e desaminimo esteja dentro de você? O fato é que 2011 vai chegar... quer você tome uma decisão ou não.

A verdade é que não há absolutamente nada que não possamos realizar. Depende apenas do nosso empenho e da nossa fé. Todavia, lembre-se de que nossas metas deverão estar de acordo com os nossos princípios e com nossos valores. E que com Deus todas as coisas são possíveis!Desejo a você um 2010 extraordinário!

Nenhum comentário: